Residências de Artistas da Coudelaria de Alter

Publicado em 12-12-2013

 

Objectivos:

O programa de residências foi pensado a cinco anos, dividido por duas fases concomitantes: a primeira tem duração de dois e a segunda de três anos. Da maior importância é o contexto sócio-cultural em que se passará este programa, uma região com um dos mais elevados índices de desertificação do país, mas que se estruturou de forma sólida e homogénea do ponto de vista das estruturas culturais e cívicas, apostando num crescimento regional estruturado. A componente educativa é determinante num projecto desta natureza. A acção educativa e formativa é desenvolvida pelo Atelier Educativo em estreita colaboração com os artistas envolvidos no projecto e a comunidade de professores da região, elo privilegiado com a comunidade escolar. O projecto artístico-pedagógico "Chão", concebido especificamente para este programa, valoriza sobretudo uma estreita colaboração entre os artistas e os diferentes agentes educativos, na demanda de enraizar novas formas de ler e construir a realidade circundante.

Nos primeiros dois anos do projecto haverá sobretudo uma considerável circulação nacional de artistas, de público e de informação. Nos três anos ulteriores haverá uma circulação de artistas internacionais, de agentes artísticos e de público. O objectivo de médio prazo é fazer da Coudelaria de Alter do Chão um local que o público especializado, e não só, queira visitar pelo qualidade dos trabalhos site-specific aí instalados. O programa educativo, como acima explanado, tem uma importância estruturante neste projecto, acompanhando todas as suas etapas. Serão, conforme acima explanado, realizadas acções regulares de cariz pedagógico dirigidas a professores, crianças e jovens e público em geral, bem como a criação de material artístico-pedagógico.

 

Descrição das acções/componentes:

O projecto prevê a remodelação de uma casa, designada Casa Amarela, existente na Coudelaria de Alter, com capacidade para alojar o nº de artistas previsto ao longo da duração do Programa de Residência de Artistas.

 

Tipologia do Projecto:

Infra-estrutura                                 Animação 

Equipamento (construção)  X            Promoção / Marketing 

Equipamento (técnico)                     Soluções de gestão 

Conteúdos / Software                      Estudos e Formação 

Outra

 

Resultado a atingir:

Promoção cultural e divulgação da arte contemporânea e projecção da Coudelaria de Alter e do norte Alentejo, por via das várias exposições e remodelações dos núcleos museológicos existentes na Coudelaria de Alter. Este projecto reforçará o circuito cultural do Norte Alentejo que a Coudelaria de Alter pretende integrar. Simultaneamente este projecto, detêm um cariz pedagógico que aproximará à cultura contemporânea e à coudelaria de Alter, as populações pertencentes aos agrupamentos escolares regionais.

 

Entidades intervenientes e respectivo papel:

Promotor: Fundação Alter Real (A Fundação Alter Real apoiará e receberá no seu espaço o Programa de Residências de Artistas, contribuindo com alojamento e infra estruturas necessárias para a sua implementação)

Destinatários-alvo: Visitantes do Norte Alentejo e turistas que procuram um roteiro cultural

 

Horizonte do Projecto:

a) Início: 2009                              b) Fim: 2009

 

Investimento total previsto: 25.000 (Euros)

 

Principais componentes de despesa:

Construções e adaptações 25.000 (Euros)

 

Fontes de Financiamento:

Auto-financiamento 6.250 (Euros) – Comparticipação privada

Financiamento 18.750 (Euros) – Comparticipação comunitária

 

Fases de desenvolvimento do projecto e tempos de execução:

O projecto desenvolver-se-á no 1º trimestre de 2009, por forma a poder apoiar a implementação do Programa de Residências de Artistas.

 

Outros projectos, acções ou investimentos relacionados:

(a) Projectos em curso ou em fase de lançamento

Programa de Residências de Artistas, apresentado aos apoios da Direcção Geral das Artes em parceria com a Associação para o Desenvolvimento da Educação pelas Artes - Atelier Educativo.

 

Sustentabilidade futura do projecto:

Durante os dois primeiros anos do Programa de Residências da Coudelaria de Alter serão abordados e operacionalizados vários domínios de acção, a saber: a residência artística, propriamente dita, a edição, a formação, a programação de exposições temporárias, a requalificação e unificação do conjunto de pólos museológicos existente na Coudelaria. Um dos factores que torna este programa de residências original, no que à sua primeira fase diz respeito, é a concentração de valências. Daí ter-se desafiado os artistas que estarão em residência para, em continuada e estreita colaboração com o projecto pedagógico e o curador do programa, trabalharem em equipa com os responsáveis de cada um dos pólos museológicos da Coudelaria (núcleo da falcoaria, núcleo do cavalo, núcleo arqueológico, núcleo da recepção, também denominado de casas altas) com o objectivo de redesenhar e requalificar essas estruturas, unificando a imagem e o discurso, assim como de tornar coerentes as valências pedagógicas da Coudelaria. Para além destas remodelações, que se prevê estarem prontas no final do segundo ano de candidatura, ficará também a cargo da mesma equipa a concepção e desenho do novo site da Coudelaria, que terá um sector exclusivamente dedicado ao Programa de Residências. Este trabalho é criativo por excelência e subsume um "know-how" específico e não disciplinar. A renovação dos diversos pólos museológicos é um projecto onde, com toda a certeza, as características individuais expressas no trabalho individual de cada artista se reflectirão. A procura de soluções discursivas, de montagem, muitas vezes pobres, outras refinadas, fará destes pólos museológicos projectos únicos ao nível da intervenção autoral, da aparência, da narrativa, da construção perceptiva, etc. Todos estes modos de intervenção estão estreitamente ligados. A área da programação educativa, a formação, desenvolve-se em cinco vertentes a partir de uma articulação com o trabalho dos artistas e sempre em ligação com a programação de exposições temporárias. Do projecto artístico-pedagógico "Chão" consta um conjunto de jornadas do Programa de Residências), a criação e edição de material artístico-pedagógico que funciona, a um tempo, como um resumo das experiências realizadas no terreno e como um utensílio, um instrumento de trabalho para futuros projectos educativos, e, por fim, pretende-se que o material pedagógico plasmado nos cadernos a editar (dois por ano) venha a constituir uma experiência piloto de integração nos curricula vigentes nas áreas do ensino artístico das escolas do Distrito de Portalegre. Ao nível da programação de exposições temporárias, foi concebido o projecto "1e1", que contempla a realização de dez mostras/intervenções individuais específicamente concebidas para o Lagar do Azeite da Coudelaria de Alter. O artista em residência escolhe, em diálogo com o curador do programa, a partir ou como mote da intervenção, trabalhos não originais de um artista de uma geração mais velha com quem dialogue conceptual e esteticamente. Por ocasião da instalação do trabalho, o artista convidado apresenta uma "master class" pública na Coudelaria. Ainda ao nível da edição, a primeira fase de residência culminará com a edição de um livro/DVD que resumirá o trabalho desenvolvido a nível expositivo, museológico, educativo, incluindo os trabalhos em filme e imagem realizados para integrar os núcleos museológicos. Esta edição será o cartão de visita do programa de residências internacional que se desenvolve a partir desse momento culminante. Pensamos ser pertinente enunciar brevemente a segunda fase deste Programa de Residências, já não abrangida por este concurso. Nos três anos ulteriores a residência terá um âmbito internacional e terá duas velocidades: . por um lado, serão convidados três artistas com um percurso consolidado internacionalmente a realizar projectos site-specific para o espaço físico da Coudelaria. A residência divide-se, neste caso, em dois momentos: uma primeira estada curta de reconhecimento e um segundo momento diferido no tempo de instalação e inauguração da peça concebida. As intervenções serão subsidiadas por via de mecenato e constituirão um futuro pólo permanente de Arte Contemporânea da Coudelaria de Alter. Serão instaladas na paisagem ou num imenso hangar-armazém que será remodelado para o efeito;. por outro lado, a estrutura organizativa estabelecerá protocolos de colaboração com escolas de arte e instituições de residência artística em Portugal e no estrangeiro para a criação de residências de jovens artistas, cuja duração oscilará entre os três e os seis meses. No âmbito desta residência haverá uma clara preocupação formativa, encontrando-se o artista em regime de tutoria (com um curador, teórico ou artista a trabalhar em Portugal) que acompanhará criticamente o seu trabalho até à realização de uma exposição final. O jovem artista fará viagens-visita às instituições mais importantes do País, encontrando outros artistas em "studio-visits", tendo assim a oportunidade de conhecer o contexto e os agentes artísticos portugueses. O financiamento destas residências é casuístico e singular, sendo estabelecido por protocolo e em modelo de parceria com as instituições em causa. Haverá um júri de selecção misto, que integrará elementos das duas instituições e representantes das entidades públicas (locais e centrais) e privadas que apoiem o Programa. Por último, e no âmbito da boa consecução do Programa de Residências da Coudelaria de Alter, deve referir-se que está em vias de constituição uma comissão de acompanhamento que integrará representantes de algumas das mais consolidadas e prestigiadas instituições do campo da arte contemporânea em Portugal. A sustentabilidade deste projecto contará com o apoio do mecenato e taxas pagas pelos visitanetes.

 

Experiência de trabalhos anteriores na área de actuação prevista:

A Fundação Alter Real foi instituída em 1 de Março de 2007 por decreto-Lei 48/2007 de 27 de Fevereiro, recebendo todas a atribuições e competências do Serviço Nacional Coudélico. Assim o “ Programa de Desenvolvimento Integrado da Coudelaria de Alter”, que decorreu de 1996 a 2006, e cujo investimento total ascendeu a mais de 24 milhões de euros, através dos II e III QCA’s, obteve uma elevada execução face ao investimento aprovado (95%).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eventos

Sem eventos

Destaque